terça-feira, 27 de abril de 2010

Pixels travados: aprenda a corrigir o problema em telas LCD

 É um problema comum: um teimoso pixel em sua tela, preto, branco ou fixo em uma cor. Entenda porque isso acontece e veja como pode ser fácil corrigir este problema.

Caro usuário do InfomaticaMestre e especialmente você que tem um monitor LCD, este artigo vai ensinar você a resolver um problema comum com este tipo de tela: o pixel travado. Um problema tão frequente que é considerado uma limitação técnica destas telas pelos fabricantes. Então, se você tem um ponto sempre colorido ou branco em seu monitor e não consegue tirá-lo de jeito nenhum, preste atenção neste tutorial.
Monitores LCD já acompanham a maioria dos desktops. Muitos usuários desta tela já passaram ou ainda passam nervoso com um ponto branco, preto ou de uma cor fixa que distrai os olhos e estraga a imagem. Entenda porque isso acontece e aprenda a resolver seu problema neste tutorial.

Entender antes de começar
Cada pixel de uma tela LCD é capaz de produzir até milhões de cores diferentes e identificáveis a olho nu. A tecnologia LCD funciona através do bloqueio de luz entre dois substratos polarizados. Quando um pixel encontra-se sempre iluminado ou apagado, ou emitindo uma única cor independente da imagem exibida, significa que ele encontra-se travado ou morto. E este estado confunde muitos usuários.
Quando um pixel encontra-se travado, significa que ele está permanentemente ligado, fazendo com que a luz passe por ele continuamente. Ele pode estar branco, fixo em uma cor ou brilhando de maneira alternada. Já um pixel morto encontra-se desligado, não permitindo a passagem de luz e, consequentemente, preto. Um pixel travado pode ser corrigido sem dificuldades, mas um pixel morto, como o nome sugere, não volta à vida. Quanto antes um ponto travado for corrigido, melhor, pois um pixel travado pode “morrer” depois de muito tempo nesta condição.
Fabricantes de monitores LCD consideram que até quatro pixels defeituosos em uma tela é um número aceitável, consequência normal da tecnologia. Um monitor só é trocado quando mais pixels se encontram defeituosos.


Primeira alternativa - software
Fique tranquilo, caro leitor. Não é difícil consertar o ponto travado do seu monitor. Há diferentes programas que identificam e consertam pixels travados automaticamente. O programa mais baixado para isso é o UDPixel
O funcionamento do UDPIxel é dividido em duas partes distintas. Primeiro, é necessário fazer testes para localizar os pixels defeituosos. Clique em Run Cycle para executar testes nas cores amarelo, vermelho, verde, azul, branco e preto. Se preferir, clique em cada cor para executar testes separadamente.
Se você perceber um pixel suspeito, é hora de avançar para a segunda etapa. Na área à direita, em Undead Pixel, você deve criar uma ou mais janelas piscantes. Os parâmetros padrão dificilmente precisam ser modificados. Clique em Start. Um pequeno quadrado piscante será exibido. Arraste-o até o ponto do pixel defeituoso e deixe-o em funcionamento. Clicando com o botão direito do mouse sobre o quadrado, você escolhe quais cores devem ser piscadas.


O tempo de correção pode variar. Alguns usuários relatam que foram necessários poucos minutos para resolver o problema, outros afirmam que foram necessárias horas ou que o programa não funcionou. Não há um tempo certo estipulado para o uso do programa com eficiência, e não há garantia de que ele consegue resolver o problema. O certo é que não há nenhuma “contra-indicação" em usá-lo.


Segunda alternativa – alternando cores
Experimente exibir cores brilhantes rapidamente alternadas na tela. Simplesmente, é o mesmo princípio utilizado pelos programas que você já viu anteriormente. A diferença é que aqui você pode definir a frequência dos flashs e as cores utilizadas.

Terceira alternativa - esfregando de leve Você pode tentar esfregar a tela de leve com um pano para resetar o pixel, mas esta é uma alternativa com poucas chances de dar certo.


Quarta alternativa – paciência ou muita paciência
Se você é extremamente Zen, pode simplesmente tolerar o pixel até que ele desapareça. O problema é que isso pode levar até anos ou até mesmo não vir a acontecer.

Possibilidades arriscadas
Pela internet não é difícil encontrar tutoriais e vídeos com técnicas caseiras para "ressuscitar" um pixel travado. Elas incluem o uso de objetos pontudos para fazer pressão no monitor. Esses métodos não são eficientes e não são recomendados. O mínimo deslize pode piorar ainda mais um pixel travado. Portanto, não arrisque com essas técnicas caseiras.
Essas foram algumas dicas para tentar acabar com o incômodo pixel travado. Tenha plena consciência dos riscos que a aplicação de pressão em telas LCD envolve e esteja seguro dos riscos antes de tentar estes métodos. Esperamos ter ajudado você. Até a próxima.

Por Danilo Amoroso

Tércio Pinheiro
http://informaticamestre.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário